PAI NOSSO REFLETIDO

Desde o começo do mundo,
O homem procura falar com Deus;
E nas suas orações ele pede,
Pede por si e pelos seus.

É a oração que religa,
É a nossa religação;
Quem reza, todo dia pratica,
A mais pura religião.

O espírito que mora no corpo,
Quer religar-se ao supremo;
De onde veio, é, e será,
O início, o meio e o extremo.

Nosso espírito, nossa parte divina
É a mais importante porção;
O corpo, é apenas a casca,
É o veículo para a perfeição.

A oração é energia viva,
Gera fé nos sentimentos seus;
Dá acesso ao Espírito Santo,
Nossa intimidade com Deus

Quando rezo, não estou só,
Junto-me aos santos e intercessores;
Oração é esforço, é combate.
Pra vencer nossos temores.

Há 2000 anos atrás,
Jesus orava no monte;
Em silencio ele rezava,
Falava com Deus, nossa fonte.

Os discípulos lhe pedirem,
Que lhe ensinasse a rezar;
Jesus, logo os atendeu,
Os trouxe pro seu patamar.

Jesus, fez-se irmão dos discípulos,
No momento da oração;
Ele criou uma aliança,
Com Deus, com nós e os irmãos.

Aliança é um encontro,
É um acordo, é um acerto;
Um modelo de vida entre as partes,
Pra se viver, feliz com respeito.

A humildade de Jesus,
Nós vemos no seu amor;
Lá do fundo do seu coração,
Saiu a oração do Senhor.

Junta os Salmos e testamentos,
Cristo, é o mediador nosso;
Levou-nos à nossa origem
Quando nos ensinou o Pai Nosso.

Tem sete partes o Pai Nosso,
Sete, é numeração sagrada;
Nosso corpo tem sete fábricas,
De células, em intensa jornada.

São sete os dias da semana,
A cada dia comemorai;
O arco-iris, tem sete cores,
São sete os pedidos ao pai.

Grande e majestoso é o Pai,
Vejo a minha pequenez;
Original, superior, infinito,
Sou parte do que ele fez.

Como existem bilhões de filhos,
Somos todos iguais no seu véu;
Acorde o amor no meu peito,
Pai Nosso que estais no Céu.

Se é nosso ele é de todos,
Nos coloca por iguais;
Deus não é´só o meu pai,
É pai também dos demais.

Se existem os outros filhos,
Todos nós somos irmãos;
Devemos orar por eles,
Pedir paz e proteção.

No meu primeiro pedido,
Entro em vossa divindade;
Quando sou, puro sou um santo,
Não tem importância a idade.

Quero ser semelhante a ti,
Mais, o filho pródigo me consome;
Deus, perdoe sempre os meus pecados,
Santificado seja o vosso nome.

O segundo pedido que faço,
Peço o reinado, a realeza;
Mas, só quando o espírito vence a carne,
É que há o Reino de Deus com certeza.

Justiça, paz e alegria,
É o que eu quero primeiro;
Por isso te peço meu Deus,
Venha a nós o vosso reino.

Neste nosso terceiro pedido,
Nos doamos, de corpo e alma;
Corpo é terra é matéria,
Alma é o espírito que acalma.

Deus dá tudo em abundância,
Mas, quer numa mesma unidade;
Que a terra e o céu sejam um só,
Na maior tranquilidade.

Deus, aceito tua verdade,
Para o espírito a fé é o mel;
Seja feita a vossa vontade,
Assim na terra, como no céu.

O pão nosso é o quarto pedido,
É Deus-Mãe-terra que alimenta;
São muitos bilhões a comer,
Deus-Mãe-terra, é forte e aguenta.

Também peço o Pão da Palavra,
Principalmente para o que não ouve;
O espirito, se alimenta de fé,
O pão nosso de cada dia nos dai hoje.

Nós somos o filho pródigo,
Toda hora nós pecamos;
Gastamos nossas riquezas,
neste quinto pedido rogamos.

Perdoai nossas ofensas,
Assim como nós perdoamos;
Aos que nos tem ofendido,
Pois sempre à casa do pai voltamos.

As provas a todo o momento,
Na nossa frente estão;
Faz parte do jogo da vida,
São desafios, são provações.

É fonte de grande riqueza,
Nos força subir, elevação;
Neste sexto pedido nós pedimos,
Não nos deixe cair em tentação.

O bem não pode dormir,
Descansar, ou tirar férias;
O bem vai devagar e, é lento,
O mal é veloz, é uma fera.

O mal sendo ausência do bem,
Não ocupa o mesmo local;
Sei que é muito um sétimo pedido,
Mais Pai, livrai-nos sempre do mal.

Amém, é assinatura, é o aceito,
Que Deus é amor, é sabedoria;
Pra os que usam a inteligência,
Ele se manifesta todo dia.

Nas pequenas e grandes coisas,
Deus, faz a sua moradia;
É um grande tempo perdido,
Quem olha e não quer ver, desconfia

Deus mandou Jesus à terra,
Pra nos passar pela porta;
Pra vivermos o espírito,
O eterno, o divino, é o que importa.

Jesus com muita paciência,
Exerceu seu sacerdócio;
Juntou todas as lições
Quando nos ensinou o Pai Nosso.

 

Leôncio Queiroz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *