O MESTRE DE OBRAS E SEUS COMPANHEIROS

Tudo que tem na terra
Construído e elevado
Foi feito com muito carinho
Por um povo abençoado
São obras grandes e pequenas
Não interessa o traçado
O mestre e seus companheiros
Cumprem certo o projetado
Transforma o que está no papel
Em obra, concreto armado

O mestre e seus companheiros
São pessoas educadas
Imitam o mestre Jesus
Na paciência apurada
O esquadro, o nível, o prumo
Eliminam seus defeitos
Aumentando as suas virtudes
Eles se constroem com respeito
A obra mais importante
É a construção do homem, o sujeito

A obra é uma escola
O mestre de obra é um professor
Seus companheiros são alunos
Ele os ensina com amor
São operários e discípulos
Quer que cresçam no valor
Do jeito que a obra sobe
Evolução é seu rigor
Só fica dentro do time
O que aprender com sabor

O arquiteto e calculista
Planejam da sua mente
Com o dono do terreno
Criam tudo, inteligente
Funcionários do escritório
Organizam o evento
O engenheiro da obra
Supervisiona o repente
Mas, falta o mestre da obra
Pra executar o presente

Tudo acontece ligeiro
No terreno terraplenado
O mestre e seus companheiros
Mostram um show arretado
É pedreiro, armador,
É marceneiro e o servente
Eletricista, encanador
Pintor, todos são boa gente
É um grupo de artistas
Fazendo o show só pra gente

O mestre da obra é o técnico
Igual ao da seleção
Escolhe seus jogadores
Pra ganhar, e ser campeão
O campo do jogo é a obra
Estratégia na cabeça
Ele vê tudo toda hora
É o gerente não esqueça
Ele é grato a cada um
Depois que a obra aconteça

O pedreiro é o dono da arte
De construir nosso mundo
Põe tijolo sobre tijolo
Sem nunca sair do prumo
É piso, parede e telhado
Deixa tudo em harmonia
No peito sente o prazer
De fazer a moradia
De seus irmãos, o cliente
Que nem conhece, mas aprecia

Quem segura nosso corpo
É o esqueleto sim senhor
Na obra, a estrutura de ferro
É feita pelo armador
É uma colcha de crochê
Feita a mão, a cada nó
Tudo fica amarradinho
Bem feito num corpo só
A coluna fica segura
Segurança de major

O carpinteiro é capaz
Suas peças são obras de arte
Põe amor em tudo que faz
Juntando parte por parte
São formas, caixas e móveis
Sua produção reluz
É colega de São José
Na profissão de Jesus
Ele sente no dia a dia
Que o saber é que traz a luz

O sistema nervoso no corpo
É o sistema elétrico no prédio
Tudo ligado dá vida
Ilumina, tira do tédio
O eletricista é o feitor
Da malha de fio em ação
Faz tudo com muito cuidado
Garantindo a instalação
O eletricista é o médico
Dá luz, lá na construção

Como as veias e artérias
Com nosso sangue a transportar
São estradas e avenidas
Para o liquido passar
O encanador ajeita tudo
No prédio, em cada andar
Bota os canos e joelhos
Para o precioso liquido andar
Seu trabalho é bem feito
Qualidade em primeiro lugar

A fé remove montanhas
Tudo muda de lugar
Areia, barro, cimento
Já irão se transformar
O servente com a mão na massa
É o artesão a traçar
Profissional importante
Faz a arte no lugar
Ele é o faz tudo da obra
Todos estão a lhe chamar

O pintor é a manicure
Que dá o brilho na hora
O que estava escondido aparece
O amor aperfeiçoa a obra
Recebe pronta a escultura
Dá o acabamento na pele
De longe se vê a finura
Que o seu trabalho expele
Beleza, qualidade e zelo
É o selo que a obra recebe

Carro de mão e enxada
Pá, colher e elevador
São instrumentos que usa
Na construção o construtor
Suas mãos e braços são
As principais ferramentas
Recebeu da natureza
São peças vitais e são bentas
É Deus usando o homem
Na construção Ele que contempla

A obra é um espetáculo
Que acontece na cidade
É um show de artistas espertos
Não cobra ingresso, gratuidade
Transformar materiais num prédio
É divina capacidade
Química, física, matemática
É uma mágica de verdade
Nada se cria, tudo se transforma
Disse o pensador na antiguidade

O mestre e seus companheiros
Eles têm duas moradias
A primeira é a família
A segunda é de alvenaria
Sua obra é a segunda casa
Dorme sono ao meio dia
Fica na lembrança os momentos
Seus companheiros são companhia
Fazem parte da sua vida
Dia e noite, noite e dia

O mestre e seus companheiros
São muito bem preparados
Não há acidente nenhum
No trabalho realizado
Fazem cursos e palestras
São muito bem prevenidos
Não ter acidente de trabalho
Evita seu prejuízo
Quem estuda, e se recicla
Só vê na cara o sorriso

Pra contemplar a grande beleza
Das obras de uma cidade
O turista viaja quilômetros
No prazer de apreciá-las
As pirâmides do Egito
Há 5000 anos levantadas
São as obras mais bem vistas
Como as igrejas, admiradas
Obras feitas pelo homem
Com suas mãos bem cuidadas

O cliente é consciente
Que o mestre e seus companheiros
Fazem tudo bem feitinho
Para seu uso por inteiro
Que, mesmo sem conhecê-lo
Deixam tudo pioneiro
A satisfação do cliente
É o que interessa primeiro
Como as células do corpo humano
Servir ao próximo, é ligeiro

Deus assiste lá do alto
Ver a obra levantar
Fica feliz assistindo
Seus homens a trabalhar
Construindo templos às virtudes
O seu salário ganhar
Com o suor do seu rosto
Honesto, feliz a cantar
Tudo é do Pai, meu irmão
O importante é participar.

Leôncio Queiroz

«Deus abençoe o mestre de obras e seus companheiros».

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *